Morte de Yves Hublet: Saiba o que a mídia esconde da sociedade.

Yves Hublet foi quem, em 2005, no auge do mensalão, deu bengaladas no cassado deputado, então ministro da Casa Civil, José Dirceu. Após esse episódio, a vida de Yves virou um inferno. Perseguições e ameaças a toda hora.

O escritor paranaense resolveu fixar moradia na Bélgica, uma vez que possuía dupla nacionalidade.

Tendo que retornar ao Brasil para agilizar o lançamento de mais um livro e resolver questões conjugais em Curitiba (desejava casar-se novamente na Bélgica), Yves foi preso no aeroporto de Brasília sob falsa acusação. No dia 27 de julho, um dia após sua prisão, com 72 anos, Yves morreu quando estava sob custódia do governo brasileiro. A causa mortis, segundo comunicado oficial, teria sido câncer. O corpo foi imediatamente cremado, sem a devida autorização de familiares, conforme exigência legal.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: