Documentos e cartas do Grupo Guararapes – Carta 14

EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO DA DEFESA

Ministro Nelson Jobim

“Não há caminho. O caminho é feito se caminhando”. Cervantes.

Foi assim que o Brasil, caminhando nas Caravelas, nas Entradas e Bandeiras, nos sonhos de D. João III, Bartholomeu de Gusmão, Luiz Albuquerque Pereira e Cáceres, que chegou à Independência, levados estes vultos por D. João VI e Pedro I, Gonçalves Ledo, José Bonifácio, Marquês de Cabo Frio e milhares de outros Brasileiros. Nesta caminhada, construindo caminhos, os portugueses e brasileiros – descendentes de negro, branco e índio – formaram a grande nacionalidade brasileira,   iniciada nos CAMPOS DOS GUARARAPES, onde, não se pregava o ódio. Vossa Excelência faça uma pausa e veja a diferença com a América Espanhola. Lá, tudo realizado a ferro e fogo, enquanto, no Brasil tínhamos a Cruz de Cristo, levando o amor.

Veio o 1º. Império e novas andanças e novos caminhos. Vem a figura magistral de Caxias, o pacificador, buscando sempre a concórdia e não a busca do pensamento único, o qual ao lado do sábio PEDRO II, consolidou a Pátria querida. Homens, como Arantes, Paraná, Paranaguá, Garibalde, Feijó, os heróis do Paraguai, os abolicionistas, os republicanos e tantos outros foram andando e criando o caminho largo para o futuro, baseado no sólido passado, de que muitos não gostam de lembrar, por vaidades feridas. Lutas tivemos mas não deixamos o rastro do ÓDIO. Eram brasileiros que podiam divergir, mas, terminada a contenta, andavam juntos, criando veredas e caminhos novos do futuro. Conhece V. Ex. o gesto de Caxias para com Theóphilo Otoni? Encontrou-o, sendo levado a pé. Imediatamente manda lhe dar uma montaria e o trata com cortesia e afago. Assim, éramos e sempre devíamos ser.

Veio, Senhor Ministro, a tão chamada República Velha. Lutas tivemos no Sul. A Armada toda revoltada e tudo foi caminhando, com erros e acertos, mas o Brasil tendo como único filho o brasileiro.

Cai Washington Luís, vem Getúlio com a República e o mundo já começava a sofrer a influência do ÓDIO e da luta de classes. Vossa Excelência deve bem conhecer, que foi a partir das chegadas das idéias comunistas ao Brasil, que se passou a matar até companheiros dormindo e a roubar para o Partido. A teoria de que “os fins justificam os meios” foi aplicada no Brasil com o traidor e ladrão Prestes. Não vamos perder tempo, pois a carta deve ser curta para chegarmos ao nosso objetivo.  Leia ou peça que leiam e lhe façam um resumo dos seguintes livros: OURO DE MOSCOU – de Isidoro Gilbert -; Revolução Impossível – de Luís Mir; – Johnny de R. S. Rose; Camaradas de Willian Waack; Combate nas Trevas de Jacob Gorender, MAO de Jung Ghang, Stalin e a Corte do Tzar Vermelho de Montefiore e outros e outros; mas, não deixe de conhecer CHE GUEVARA de Humberto Fontova e do Zero ao Infinito de Arthur Koetler, onde V. Ex. vai entender com mais precisão, como agem os comunistas. Matam milhões a traição, a ferro e a fogo dizendo que é para o benefício da humanidade e, quando mortos, alegam que são assassinados pela força do capitalismo e do ÓDIO. Eles criam o ÓDIO, destilam a mentira e depois acusam os que defendem a liberdade.

Vamos passar por cima de 1935 – célebre pelos estupros, assassinatos de companheiros dormindo, influência estrangeira no levante e por aí vai. Estávamos em pleno período legal e vieram de Moscou para matar brasileiros. Pobre da Elza Fernandes. Merece o nome numa sala do Ministério da Defesa em homenagem a mulher brasileira. E Olga, a espiã,     a traidora do marido e amante de Prestes; julgue-as depois de ler os livros.

Cai Getúlio. Democracia. Ódio, só deles. Prestes pegaria em armas contra o seu País para defender a URSS. Crime de traição. Vêm Dutra, Getúlio e seus amigos falsos roubando desbragadamente. Leia Autobiografia de Samuel Weine ou CHATÔ. Café Filho, Juscelino , o louco do Jânio e a subida do fraco Goulart. Povo na rua. Anarquia e não se caminhando e o ódio sendo cultivado pela “santa esquerda”. Cai Goulart e vêm os governos miltares.

Nova caminhada e outros caminhos. Homens probos no governo. Vem a luta interna na esquerda. Vence a facção que quer a luta armada para chegar ao Poder. Morte na rua. Assaltos, assassinatos, denúncias, guerrilhas e vitória da democracia. Gritam que são torturados, mas não confessam que mataram, roubaram e torturaram. Mentem e criam a República da mentira. V. Ex. deve  saber que os novos caminhos foram abertos com as hidroelétricas, novas estradas, desenvolvimento da Petrobrás, Tucuruí, Itaipu e energia nuclear e por aí vai; e sem roubo. Os presidentes militares voltaram para suas casas honrados e pobres.

Assume a esquerda. Ela é igual em qualquer lugar. Vem para roubar e mentir. CUBA – IRÃ – VENEZUELA – EQUADOR – BOLÍVIA – não caminham; criam o ódio e a vingança. A oposição não é necessidade do regime democrático. É uma instituição inimiga. E vem contudo. Direitos humanos são pregados, mas assassinos são protegidos. BATISTTI é um exemplo. Batem palmas para as FARCs e quando são pego com a mão na botija gritam que estão defendendo os desprotegidos. Ladrões de todos os tipos são defendidos pelo governo. V. Exa. deve saber mais do que qualquer pessoa, pois o seu serviço de informação deve funcionar e se não funciona é uma lástima. Pergunte ao novo Ministro da Justiça pelo roubo das prefeituras do PT em SP.

Agora vem a nova conversa, no “apagar-das-luzes” do mais corrupto governo já existente no País. Vão distribuir mais de 7 milhões de CD, nas escolas, contando uma história falsa. Fica por isso mesmo? Vossa Excelência não afirmou que é preciso se olhar para o futuro?! Mentir é futuro? Comparar o nome do General Medici, – parece que V. Ex. não gosta – com assassinos, constantes deste CD, é caminhar ou parar no tempo?

Ao terminar esta carta, será distribuída aos oficiais generais de 4 estrelas, na esperança de que V. Ex. defenda a democracia. Vossa Excelência é Chefe.  Chefe Significa coragem de defender seus subordinados quando estão sendo injustiçado.

Terminamos transcrevendo o pensamento do Ministro Waler Pires:

“Estaremos sempre solidários com aqueles que, na hora da agressão e da adversidade, cumpriram o duro dever de se oporem a agitadores e terroristas de arma na mão, para que a Nação não fosse levada à anarquia”.

O GRUPO GUARARAPES acredita na VERDADE E NO SENTIDO DOS DOIS PENSAMENTOS ABAIXO:

“Estado sem valores é igual a uma quadrilha”. Santo Agostinho

“Não há maior crime contra o interesse público do que tratar com indulgência quem dilapida o erário”. Richelieu.

Senhor Ministro: No Brasil, desapareceram os valores morais, os ladrões são defendidos e os dignos levados a sarjeta.

Fortaleza,  6  de janeiro de 2011.

(Optei por omitir as assinaturas dos militares)

Temos certeza de que todos os outros amigos pertencentes ao GRUPO GUARARAPES e nossos admiradores colocam a assinatura em baixo. Estamos defendendo a VERDADE HISTÓRICA.

Veja a lista das vítimas fatais dos comunistas durante do regime militar: http://frenteocidental.com/2011/05/01/do-outro-lado-foram-119-execucoes/

 

Carta retirada do livro Cartas e Documentos do GRUPO GUARARAPES. FORTALEZA-CE. 2011.

   

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: